Frase preferida

Não sei ...se a vida é curta ou longa demais para nós, Mas sei que nada do que vivemos Tem sentido, se não tocarmos o coração das pessoas Cora Coralina

Não confunda cultura com sabedoria.



Foto- Rose Nakamura
Não confunda cultura com sabedoria.


A cultura vem de fora para dentro, penetra pelos olhos e ouvidos e pode fixar-se ou não em nosso cérebro. A sabedoria, ao contrário, nasce de dentro de nós, e se exterioriza; surge no coração e só pode ser adquirida por meio da meditação. Até os analfabetos podem conquistar a sabedoria, se souberem meditar em seus corações sobre as grandes verdades.


A riqueza não depende do dinheiro que você haja acumulado. Quem tem riquezas e não sabe ajudar o próximo é pobre. Quem guarda com avareza os dons que recebeu de Deus é pobre. Quem não sabe dar de si mesmo uma palavra de conforto, um sorriso de encorajamento, é pobre. Mas aquele que, mesmo pouco ou nada tendo, sabe doar-se em ajuda ao próximo, esse é rico, imensamente rico!(Minuto de sabedoria) Descaut

    Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More


2 Responses So Far:

Atila City disse...

Rose gostaria de ir mais a fundo na reflexão sobre a cultura, acho que não somente pelo ouvido, mas também pelos olhos, pela influência do ambiente, pelas sensações, pelos momentos bons e ruins. Não há como falar que dentro de uma cultura não haja sabedoria, pois em todas as culturas, populares, rurais, nacionais ou até mesmo urbanas Agora dizer que sabedoria é cultura é mais complicado, confundi-las então um erro glacial. Mas uma co-existe na outra, se não uma existência propriamente dita, mais um recomeço, uma renascença uma na outra.
Culturas nascem de um coletivo, um combinado comportamental de atitudes e pensamentos e vai individualizando em cada um do mesmo coletivo, por exemplo nós Brasileiros, temos o orgulho pouco mais de 500 anos e temos uma cultura ampla, rica e valiosa (nem todos damos o valor devido), claro que tem em si sua sabedoria, mais nosso país é ainda uma criança perto de outros países e suas culturas. Caminhamos a um passo ditado pela nossa cultura, lembrando que o começo do ano é de fato depois da quarta feira de cinzas e todos pensamos quando começa na páscoa e seus deliciosos costumes. E sim aprendemos muito com o que podemos olhar, aprender com o erro alheio é um sinal de inteligência, e podemos adquirir sabedoria neste processo, como também aprendemos muito quando uma sensação não nos agrada, de como nos sentimos nestes momentos, enfim, viver cada segundo, conhecendo e aprendendo com todas as culturas (até mesmo as que não nos agrada) é um sinal de sabedoria.
E só pra finalizar o que entendi e pensei sobre a reflexão que propõe no texto, acho que sim quando podemos ajudar o próximo é um sinal de riqueza, é um sinal de boa cultura e também é sábio.
Um grande Abraço
Atila City
Pensamentos Urbanos

EAD disse...

Concordo com Atila, tudo que eu quria comentar ele comentou. parabéns.

Olá não estamos aceitamos comentários anônimos.

2leep.com

publicidade